Pesquisa avançada!
“SÍMBOLOS DE PORTUGAL”, uma homenagem que a RAR Açúcar – marca 100% portuguesa - presta à cultura e
história da rar

HISTÓRIA DA RAR AÇÚCAR

Até à década de 60 a indústria portuguesa de Refinação de Açúcar era composta por algumas dezenas de unidades de pequena dimensão, grande parte funcionando em termos artesanais, com equipamento muito rudimentar, incapazes de produzir açúcar de qualidade.

A política de condicionamento industrial então vigente impôs a criação de unidades industriais de refinação de açúcar modernas, de maior dimensão e bem apetrechadas tecnologicamente, obrigando assim à transformação do Sector Industrial de Refinação de Açúcar.

A RAR Açúcar é constituída em 1962, em resultado da concentração de 9 pequenas unidades de refinação de açúcar existentes no Norte do País, daí a sigla RAR (Refinarias de Açúcar Reunidas). A empresa passou a comercializar a produção existente dessas pequenas unidades até ao arranque da refinaria projectada para substituir essas unidades.

Iniciada, no ano seguinte, a construção  das suas instalações, a RAR entra em laboração em 1967, com a capacidade de produção instalada de 25.000 t/ano. As vendas da RAR, em 1967, atingiram cerca de 22.000 t, correspondendo a 11,78% do País.

Em 1968 muda a composição accionista da RAR o que veio possibilitar um novo dinamismo que, nos anos seguintes, se traduziu num excepcional crescimento da empresa. Procedeu-se ao aumento do capital social da sociedade e foi ampliada a capacidade de produção da Refinaria, como forma de resposta ao crescente aumento das vendas e à progressão da quota de mercado da RAR.

Em 1973 a RAR adquire a Refinaria Angola, situada em Matosinhos, e o seu volume de vendas passa a representar cerca de 45% do mercado nacional.

             

Durante os anos 70 e 80 a RAR empreendeu, não obstante as vicissitudes atravessadas pelo País nessa época, uma expansão da sua actividade e a diversificação para outras áreas, com a criação de numerosas empresas, que formam hoje o Grupo RAR.

No ano de 1991 procedeu-se à concentração da actividade produtiva, encerrando a Refinaria de Matosinhos e dotando a Refinaria do Porto da capacidade necessária ao completo processamento das necessidades de açúcar da RAR.

Detendo hoje uma capacidade produtiva superior a 240.000 t/ano, a RAR Açúcar tem enfrentado o século XXI com a determinação de ser uma referência no mercado ibérico, com produtos e serviços inovadores e com uma aposta clara na qualidade.

Nos últimos anos, a empresa tem feito uma adequação progressiva às novas realidades do mercado, modernizando os seus processos de fabrico, logístico e de gestão, apostando assim num aumento contínuo de eficiência.

A RAR Açúcar é uma empresa que continua empenhada em garantir a qualidade e segurança alimentar dos seus produtos, assumindo o compromisso de melhoria contínua do seu comportamento ambiental. As certificações obtidas e confirmadas ao longo destes últimos anos são prova deste empenho.

 
Para mais informações sobre o
GRUPO RAR: www.rar.com
 
© Copyright RAR Açúcar 2010. Termos LegaisPolítica de Utilização